quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Eletivas Livres

Olá!

Bom, talvez você não saiba, mas algo que pode incrementar e muito a sua graduação (falo especialmente na UFRJ, que é onde conheço como funciona a questão de grades, créditos...) você pode cursar disciplinas eletivas em outros cursos.

Wait. Outros cursos?!

Seam!

No meu último período da faculdade decidi me esforçar um pouco mais por fazer disciplinas legais, que me fizessem aprender algo além de finanças, pois estava fazendo apenas matérias de finanças... umas cinco ou seis... Por mais que eu ame finanças, tudo que é em exagero faz mal...! Então decidi me empenhar em conseguir uma vaga em eletiva livre do curso de música e desenvolver a técnica do canto com aulas individuais, que são eletivas obrigatórias para os alunos da Escola de Música da UFRJ, e consegui uma vaga!

Disse que me empenhei porque não é algo tão fácil de se conseguir... Algumas disciplinas de outros cursos você consegue se inscreer pesquisando no próprio sistema interno (SIGA), indo em "turmas" e digitando o nome do curso que possa ter uma disciplina que você queira. Mas essas disciplinas individuais, você não pode se inscrever pelo SIGA se você não é aluno de algum curso da escola. Você precisa ir até a escola, na secretaria e no departamento, informar que é de outro curso e quer se inscrever em outra disciplina, pedir o formulário necessário e preenchê-lo, levar na secretaria... Bah! Então, algum tempo depois, logo no final da inscrição em disciplinas - porque você não vai tentar fazer isso no meio do período de aulas, vai...? - você continua insistindo, indo lá no departamento, caçando o e-mail do coordenador do curso da disciplina que você quer, contactando-o e dizendo o porquê de você desejar tanto fazer essa disciplina...

Um detalhe: não seja arrogante. Não seja grosso. Os funcionários e coordenadores da escola (faculdade) não merecem que você os trate mal. Não diga apenas: "é obrigação deles!"

Se houver vaga disponível, bom pra você! Se não, tente outra vez no próximo período! Mas não desista, pois pode valer a pena e traz um diferencial em seu histórico escolar! Já pensou o seu provável chefe lendo seu histórico (alguns estágios pedem CRA) e vê lá escrito: "Grupo de Ortografia e Leitura - 8,2" Ele vai estranhar e vc vai falar a importância daquilo, o quanto te agregou, e ele perceberá que você é alguém fora do padrão, o que, nesse sentido, é algo muito bom!

Então... É isso! Agora você sabe como se inscrever em eletivas, que são as livres, e você precisa saber que pode cursar quantas quiser! Faça valer a pena os quatro anos na universidade!

Até~!

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

KISS

K    -    Keep
I      -    It
S     -    Simple,
S     -    Stupid!

Hahaha, adorei! Artigo Endeavor sobre Logística:

Logística: simplificar traz mais resultados
Nem sempre aumentar a complexidade logística é a solução para vender mais – descubra por que.

sábado, 29 de dezembro de 2012

You are...

The only exception...

Is you:

That I've never met, but I already miss.

<3

domingo, 16 de dezembro de 2012

Past Alive.




Like A Star

Just like a star across my sky
Just like an angel off the page
You have appeared to my life
Feel like I'll never be the same
Just like a song in my heart
Just like oil on my hands
Honor to love you



Still i wonder why it is
I don't argue like this
With anyone but you
We do it all the time
Blowing out my mind



You've got this look i can't describe
You make me feel like I'm alive
When everything else is a fade
Without a doubt you're on my side
Heaven has been away too long
Can't find the words to write this song
Oh... Your love



Still i wonder why it is
I don't argue like this
With anyone but you
We do it all the time
Blowing out my mind



I have come to understand
The way it is
It's not a secret anymore
'cause we've been through that before
From tonight I know that you're the only one
I've been confused and in the dark
Now I understand



I wonder why it is
I don't argue like this
With anyone but you
I wonder why it is
I wont let my guard down
For anyone but you
We do it all the time
Blowing out my mind



Just like a star across my sky
Just like an angel off the page
You have appeared to my life
Feel like I'll never be the same
Just like a song in my heart
Just like oil on my hands

Feito Estrela

Como uma estrela pelo meu céu,
Como um anjo fora da página,
Você apareceu na minha vida,
Parece que eu nunca vou ser a mesma,
Como uma canção em meu coração,
Como óleo em minhas mãos,
É uma honra amar você!.

Ainda me pergunto o porque,
Eu não discuto desse jeito,
Com ninguém a não ser você,
E nós fazemos isso o tempo todo,
Isso esta me deixando louca.

Você tem esse jeito que eu não consigo descrever,
Você me faz sentir viva,
Quando tudo só dá errado,
Sem dúvidas você está do meu lado,
O Paraíso estava tão longe,
Não consegui achar palavras pra escrever essa canção
Oh... Seu amor.

Ainda me pergunto o porque,
Eu não discuto desse jeito,
Com ninguém a não ser você,
E nós fazemos isso o tempo todo,
Acabando com a minha mente.

Eu já entendi
Como tudo acontece,
Já não é mais segredo,
Porque nós já passamos por isso antes.
A partir desta noite eu sei que você é o único
Eu estava confusa, no escuro,
Mas agora eu entendo.

Eu me pergunto o porque,
Eu não discuto desse jeito,
Com ninguém a não ser você.
Ainda me pergunto o porque,
Eu não baixo minha guarda
Para ninguém a não ser você
E nós fazemos isso o tempo todo
Acabando com minha mente.

Como uma estrela pelo meu céu,
Como um anjo fora da página,
Você apareceu na minha vida.
Eu sinto que nunca vou ser a mesma,
Como uma canção em meu coração,
Como óleo em minhas mãos.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Praticando para o Master Class!

Ensaiando minha primeira peça para o Master Class.

Canción de Cuna Para Dormir a Un Negrito - Xavier Montsalvatge

















Cabeza de coco... Grano de café... Con lindas motitas, con ojos grandotes...
















Como dos ventanas que miran al mar...

As cores e as lágrimas dos tons menores.

"Isso significa que... é um adeus.

Isso significa que...

"Nandaka anata no koto omoidasu no mottainai yo, atashi dake no mono ni shite okitai kara, nandaka anata no koto omoidasu no yada yo, datte hitori de niyakete hazukashii yo...

Prefiro não pensar em você para não gastá-lo, quero você inteiro só para mim, evito pensar em você para não passar vergonha, sorrindo sozinha à toa... (ou chorando tal qual uma tola...)

Tetsuya de kaettekite tsukateru noni dakko shite kurete yume no naka ni itemo wakatta yo...

Apesar do cansaço depois de virar a noite, você me deu aquele abraço que deu para sentir mesmo em sonho... (e eu de fato sonhei...)

Anata ga koishikute koishikute, kore ijoo dooshiyoomo nakute, anata ga koishikute koishikute, zutto zutto daisukidayou...

Sinto sua falta, sua falta, não sei mais o que fazer, sinto sua falta, sua falta, eu te amarei para sempre...

Shitteta? ano yoru ni ne futari de doraibu ni itta toki baiku no ushiro zaseki de negatta koto, shitteta ano yoru ni ne futari de miageta hoshi zora ni anata to atashi no shiawase ga mieta yo...

Você sabia o que desejei na garupa naquela noite em que saimos de moto? Você sabia que eu vi a nossa felicidade no céu que olhamos juntos naquela noite? (um dos momentos mais lindos... sem moto, apenas uma ponte...)

Tatta hitotsu no korogatteta atashi o kirei ni shitekurete itsudatte sasaetekureta...

Eu estava só e abandonada, mas você me salvou e me tornou bonita... (me tornei muito mais bonita, pois queria ser linda para você...)

Anata ga koishikute koishikute, kore ijoo hanaretakunaiyo, anata ga koishikute koishikute, zutto zutto daisukidayo...!"

Eu te amo, mas não tenho mais forças para acreditar em mais nada... Sequer consegui te dizer isso. As dores e as tristezas foram fortes demais, me tornei estática e sem reação, precisando de tempo para digestão... O que o futuro me reserva, ou reserva a nós (haverá um nós? Realmente não sei.), não sei, mas estou disposta a esperar que o tempo passe e com ele todas as tristezas e lembranças ruins também se vão, independentemente das consequências. Não vou me machucar pois me importo comigo mesma e com aqueles que de mim precisam. Muitas missões ainda precisam ser cumpridas, e se durante uma missão me apaixonei, talvez tivesse sido um erro, talvez destino. O que sei é que o agora não nos pertence mais como já pertenceu, e o futuro sequer pode ser mencionado como algo para nos referirmos, pois afinal, estamos distantes, longe demais em todos os sentidos. Que Deus nos abençoe em nossas caminhadas e nos revele seus porquês, pois apesar da dor, acredito que há um propósito em tudo e todas as coisas e que todas as coisas cooperam para o bem de quem o ama."

(Daisuki Dayo, música composta e escrita por Otsuka Ai. Tradução por Letras.Mus.Br.)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

"O cinismo foi uma corrente filosófica fundada por um discípulo de Sócrates, chamado Antístenes, e cujo maior nome foi Diógenes de Sínope, por volta de 400 a.C., que pregava essencialmente o desapego aos bens materiais e externos. O termo passou à posteridade como caraterização pejorativa de pessoas sem pudor, indiferentes ao sofrimento alheio (que em nada se assemelha a origem filosófica da palavra)."

Ontem tive aula de filosofia ao ar livre, na área dos bares da faculdade, e depois da aula tive algumas curiosidades. O cinismo foi uma delas. O professor falava "os cínicos não sei o que, os cínicos não sei que lá..." e eu achava que estava ouvindo a palavra sendo pronunciada de forma errada. Não estava não!

Essa descrição de cinismo, iniciando o texto, foi retirada da Wikipedia (http://pt.wikipedia.org/wiki/Cinismo). Conversando com o professor, o mesmo me explicou sobre a origem, o porquê do uso da palavra "cinismo" como o adjetivo pejorativo que é hoje. Parecido com o que está escrito na descrição acima, o cinismo remetia a imagem dos cínicos que falavam com certa zombaria, sem se importar muito com o externo, de forma... mais debochada.

Achei interessante. Fiquei bastante incomodada por em algum momento do passado, uma pessoa que sequer me conhecia minimamente ter tido a ousadia de me caracterizar com esse adjetivo. Um tempo mais tarde, uma pessoa muito próxima a essa disse a mesma coisa, concordando com a mesma. Só que isso é algo que, até onde sei e percebo, quem me conhece não diz sobre mim. Hmm, bom, ou essas pessoas não sabem o que significa ou eu simplesmente as trato com diferença (ou indiferença). Que seja, como foi algo curioso para mim, achei que seria interessante guardar uma explicação sobre.

Antes de se utilizar de um adjetivo, conheça-o!

;)